terça-feira, 26 de julho de 2011

SINTOMAS DA IDADE...!

Existem quatro ou cinco sinais claros de que o sujeito está ficando velho. O principal é começar a se preocupar com as doenças dos amigos da mesma faixa etária.
Outro sintoma da passagem do tempo é o uso frequente da palavra sintoma. Um jovem jamais recorre a esse termo, e muito menos fala a palavra "jovem". Só velho fala jovem e juventude.
Outro sintoma é o uso de fórmulas como "antigamente era bem melhor" e "no meu tempo". Usou "no meu tempo", é batata; trata-se de alguém que passou do tempo. Um terceiro sintoma é so gostar de músicas de "antigamente" e considerar que já não se fazem canções como "antes". A turma da pré-história adora lembrar que antigamente era necessário ter voz para cantar. Essa mesma turma da terceira idade, ou quase chegando lá, vive saudosa dos bons tempos do Chico Buarque e do Caetano.
Um sintoma claro de que a pessoa passou o Cabo da Boa Esperança é fazer comparações entre velhos e novos sertanejos. Luan Santana, por exemplo, além de vesgo canta mal. Bom mesmo era Tonico e Tinoco!
Talvez o mais evidente sintoma de que o cara envelheceu é detestar músicas novas em shows. O sintoma mais terrível, no entanto, sinal de agravamento do estado das coisas, é quando alguém começa a pensar em "Moça", do Wando, com alguma nostalgia.
As novelas da TV também chegaram à terceira idade. Cada vez mais recorrem a clássicos da MPB como trilha sonora. Desconfio que falar "trilha sonora" também revela a idade.
Eu admito: não cozinho mais na primeira fervura. Por mais que tente, não localizo uma só música como nos tempos dos Beatles ou do velho Chico, e muito menos quando Gal, Bethania e Caetano eram "novos baianos" e nenhum deles recorria a leis de incentivo.
Os sintomas mudam com o tempo, como por exemplo não acreditar que Roberto e Erasmo chegaram aos 70 anos, ou pensar em Chico Buarque como um gato.
Confesso que não encontro atualmente uma só música com a qualidade de qualquer uma das faixas do LP Sargent Pepper´s dos Beatles. Sei que fica difícil escrever sem entregar minha idade, afinal, quem fala LP e "faixa" entrega o ouro na hora!
Há sintomas mais graves ainda. Muito mais graves! Saber na ponta da língua o que ocorreu em maio de 1968, ter ido dormir após o comercial dos Cobertores Parahyba, ou pior...usar reticências e ponto de exclamação num texto! Reticências e ponto de exclamação é uma certidão de nascimento. Ou, certidão de óbito. Como queiram!
Tenho que ser justo. É verdade que existem algumas músicas legais tocadas por algumas bandas bacanas, mas nada extraordinário. Escrevi "banda" para tentar ser jovem. No meu tempo era conjunto. Depois virou grupo. Sempre quis entender a diferença entre banda e conjunto. Agora já sei. É só uma questão de idade musical.
O mais novo sintoma da passagem do tempo é afirmar categoricamente que ler no papel é cognitivamente mais rico do que ler um blog na tela. Aí, tenho minhas dúvidas!
Enfim, cada um com seus sintomas...!

9 comentários:

Déia disse...

Dindo querido,

Por mais que eu ainda esteja "cocotinha" e tente ser "prafrentex e jovial" kkkkk Sei que minha idade chegou! Outro dia me chamaram de tia, aff..tia, entrega sua velhice chegando...kkkkk
E eu morro de saudade das músicas do nosso tempo!
bj

Bandys disse...

Ah menino,
Você fica pensando nessas coisas complicadas do sec.passado..
Eu hein!!!!!!
Bora descomplicar com a tecnologia? hehehehe
Beijos

Aninha Leme disse...

Certamente sou uma pessoa jovem com espírito digamos maduro (mas vc pode chamar de velho), com a diferença de que sertanejo sempre me soou repulsivo e eu não acredito em MPB depois da morte de Tom Jobim.

beijos!

ONG ALERTA disse...

Que bom se todos pudessem envelhecer...
Beijo Lisette

Vicky Thompson disse...

Teu texto não se aplica nem a vc nem ao Beto, pois ambos são e serão sempre eternos adolescentes.
Não havia notado que Luan Santana era vesgo! hahaha Só vc mesmo haha.
Bjinhos.

Gaúcho disse...

Lido bem com o tempo. Aliás, sou do tempo da Fita K7, do LP, da TV com dois canais e das bandas de rock. Como alguém disse por aí, é bom envelhecer. Seria muito triste não acompanhar tudo evoluíndo ao meu redor. Eu quero mais é ver!

Abraços.

Cleo disse...

Agora quem surtou fui eu...rsrsrs depois de tanto tempo te encontrei no twitter...afff até que enfim, e quando tu vais ao Girasole nos escutar? tocamos todas as sextas feiras com o Edgar Pozzer, Andre também canta Elvis, Bee Gees.
Vieira de Castro, 435, próximo ao Hospital de Clínicas.

Teu texto tudo a ver com nosso tempo, nossa música.
Beijos.
Cleo

b disse...

Qto a mim, os sintomas gritam no corpo , os ruins .
O que me salva, é que ainda sou "a girl with kaleidoscope eyes"....

Walkyria Rennó Suleiman disse...

ahahahahah, estamos ficando véios?