terça-feira, 18 de janeiro de 2011

PROIBIÇÕES IRANIANAS


Sempre detestei proibições. Principalmente as absurdas.
Sempre detestei também o senhor Ahmadinejad, bem como seus amiguinhos Chávez, Morales, Fidel, Lula, Dilma, e por aí vai!
Recentemente comecei a rever alguns conceitos. Estou começando a simpatizar com o Irã, e consequentemente com Ahmadinejad e seus "aiatolados". O pessoal por lá resolveu proibir unha comprida. Fez muito bem. Eu abomino unha comprida, especialmente aquela do dedo minguinho.
Proibiram também o uso de piercing. Excelente medida...! Imagina você beijar alguém com aquela bolinha de metal na língua, e de repente engolir a dita cuja.
Homem de cabelo tingido também não pode. É insuportável ver tanto marmanjo afrodescendente de cabelo louro, ou então aquele estilo moicano espetado, na cor azul.
Sobrou até para as tatuagens. É impressionante o que tem de gente exibindo tatuagens bregas por aí. Alguns transformam o braço em tela de serigrafia, e acham que estão agradando. Até o nome de Deus é escrito em algumas partes do corpo, sem contar os que gravam na pele as iniciais do amado(a). Nesse último caso, tem um problema; em caso de separação só existem duas alternativas: ou a criatura lixa a pele tirando as iniciais, ou o próximo(a) vai transar admirando as letras que compõem o nome do antecessor. Mas... gosto é gosto!
O Irã resolveu também proibir os livros do Paulo Coelho. Compreendo que depois de 6 milhões de exemplares vendidos, fosse necessário tomar alguma medida para evitar que a poluição continuasse a se espalhar. Entendo que o presidente iraniano lamente não ter sido avisado por seu amiguinho Lula da ruindade das obras. Admito que para um iraniano culto deve ser insuportável ver histórias exuberantes da antiga Pérsia transformadas em mensagens de autoajuda barata.
Acho que o Irã quer evitar uma metástase, tratando a proliferação de livros de Paulo Coelho como questão de segurança nacional, internacional, global, como um vírus sem fronteiras. Acho também, que de nada adianta proibir Paulo Coelho como medida profilática se não proibir também Dan Brown e, especialmente, Harry Potter, o grande formador de leitores de Paulo Coelho, Dan Brown, e toda essa parafernália sobre vampiros, lobisomens e Ronaldinho Gaúcho. Proibir Clarice Lispector, também seria uma boa...!
Enfim, dito tudo isso, tenho certeza que essa proibição só beneficiará o falso mago, que já está se vendo como um Salman Rushdie retardatário. A decisão dos "aiatolados" produzirá certamente um efeito perverso, nefasto, e incontrolável: a disseminação radical das obras de Paulo Coelho como objetos proibidos, o que sempre aguça o desejo e dá legitimidade ao censurado. O "mago" está rindo sózinho. É o melhor marketing do mundo. E gratuito!
Tomara que o Irã tome outras medidas importantes. Por exemplo, proibir, sob pena de prisão imediata, sem direito à fiança, homens com rabo de cavalo, música sertaneja, e mulher com esmalte azul nas unhas dos pés.
Talvez isso escape à alçada iraniana, mas não custa sonhar!

11 comentários:

Lila disse...

Presidente, vc é bom nisso. Sei que não é nenhuma novidade, mas, se não falo, sufoco e se sufoco,morro e se morro, perco a oportunidade de te ler....e te escrever, claro...rs
Abaixo rabo de cavalo para os homens e esmalte azul para as mulheres..pra mim, tanto faz se nas mãos ou nos pés.
Bjs meus !

Lady Murphy disse...

Por uma questão de saúde pública, os livros do Paulo Coelho deveriam ser proibidos no mundo inteiro. Não só no Irã.

Anônimo disse...

Amei a parte dedicada às tatoos...kkkkkkkk
Vc é f... mesmoooooooooo!!!

Déia disse...

Rí muito das unhas azuis nos pés...eu não gosto nem das vermelhas kkkk
Podia proibir também passar BBB, cortar a mão de quem joga lixo pra fora da janela ou varre calçada com mangueira....outra proibição fundamental seria tirar a licença pra dirigir de quem ouve funk em volume alto kkkk
bj

Paula Barros disse...

Franciso, estou rindo.

Você acordou com um tantinho de ira-niano no sangue. rsrs

Concordo com alguns itens. E me senti absolvida, porque pensava que eu era-sou muito antiquada.

Mas de tudo mesmo o que me irrita é homem de sobrancelha feita. Me dá vontade de dar um murro na cara do coitado. Veja mesmo se pode. rsrs

abraço

Joakim Antonio disse...

Muito bom Francisco, texto ótimo para esse fim de dia, como todos!

Parabéns!

Rindo aqui ainda, perfeito!

VICKY THOMPSON disse...

Amigo Chico!

Que bom se o falso mago também fosse proibido aqui em Londres...rss
Ri muito com teu humor fino e genial.
Beto manda abraços, e Beijos da amiga
Vicky

Andréia disse...

Como sempre Sensacional
to rindo muito por aqui kkkk

Vivian disse...

...que alegria encontrá-lo
pelas minhas bandas!!

você continua nota 100000000000!!

quero morrer sua amiga...

rs

bj, querido!

Bandys disse...

Francisco,

Muito bom. Tem coisas meio complicadas, mas vamos continuar lutando!!!

Unha azul, essa foi terrível.

Não suma hein garoto!

Beijos meus

*Mi§§ §impatia* disse...

Oi, tudo bem?
Vim te agradecer pelas palavras carinhosas que me enviou no meu niver. Seu carinho alegrou-me demais. Obrigada viu? Beijos no coração.