sexta-feira, 20 de agosto de 2010

HOMENS OU ESPONJAS


Nunca acreditei no parentesco do homem com o macaco. Pensei muito no assunto antes de escrever, e examinei demoradamente cada uma dessas espécies. A disparidade é enorme, e conclui que o homem não descende do macaco. Seria humilhante demais... para o macaco!
Jamais se viu macaco pedindo autógrafo para duplas sertanejas, ou acreditando que com bolsa família os problemas dos seus semelhantes estarão resolvidos.
Tenho acompanhado alguns estudos científicos e posso garantir para vocês que o homem vai lamentar por não ser parente do macaco. Somos parente da esponja do mar. Alguns humanos são esponjas...
Cientistas australianos descobriram que os humanos compartilham 70% dos seus genes com as esponjas do mar. Parece que as esponjas não estão contentes, e sentiram-se ultrajadas. Entre elas, do que se sabe até agora, nenhuma leu Paulo Coelho nem comprou livros de autoajuda. A atividade cerebral média das esponjas é muito maior que a da maioria dos participantes de um "Big Brother".
É certo que não existem esponja-melancia, esponja-moranguinho ou esponja maria-chuteira. Os cientistas mais otimistas garantem que o processo evolutivo pode garantir para alguns humanos o estágio superior das esponjas. É só uma questão de milênios, o que é nada na escala temporal planetária.
As esponjas são tão mais evoluídas que se reproduzem assexuadamente, salvo as mais assanhadas. Um fragmento de esponja pode se transformar em uma nova esponja, pois elas chegaram muito antes de nós à clonagem.
Há esponjas diferentes entre si, mas elas não se orgulham disso, e nem brigam por isso. O habitat delas é o mar, e não o bar. As esponjas, a exemplo de muitos humanos, são grandes absorventes de detritos. A diferença é que elas não os produzem nem os deixam espalhadaos pelas ruas e praias.
Apesar de solidárias, elas jamais defenderam o socialismo real. Não há notícias de esponjas comunistas nem de um holocausto esponjoso.
Talvez num próximo estudo os cientistas nos tragam mais novidades, o certo é que por enquanto a nação dos macacos ficou muito feliz. Eles sentiram-se aliviados, pois não suportavam mais a comparação.

20 comentários:

Tati Pastorello disse...

Putz... encolhi...
Quando a gente tem que olhar de frente quem somos, dá uma vergonha...
Beijos.

Vivian disse...

...embora existam pequenas
exceções, no mais somos uma
raça que envergonha qqr reino
que se preze, e ainda exigimos
que nos chamem de racionais.

ai ai...

bj, menino!

Déia disse...

rsrsrs Ufa, a macacada agradece kkkk

Alguns, com certeza vieram das amebas, disso eu tenho certeza!

bjkas dindo!

Observando e Absorvendo disse...

Ei!
Adoravel post, bom pra refletir
por um bom tempo.
Vou ate voltar mais tarde
pra re re reler.
Lindo fim de semana pra nós
e
Bjins entre sonhos e delírios

Lu Dantas disse...

Oi, Francisco. Qto tempo! Não estava conseguindo entrar aqui há algum tempo, mas agora deu tudo certo!

Gostei muito do texto! Infelizmente os únicos seres pensantes e premiados com inteligência não a utilizam.

Bjs

Juliana disse...

Opa! Opa! Opa!
Seu blog está aberto de novo... não sei o que aconteceu, mas um dia desses, vim te visitar e estava bloqueado. Não entendi nada, achei que tinha parado de escrever. Fiquei chateada, tirei até seu link do meu blog.

Vim tentar de novo. Voltou!
Que bom! Você faz falta :)

Linkar de novo, posso?
Bjos, Jú

Denise disse...

Tanto potencial desperdiçado não é

A otimista que existe em mim (teimo em gostar de gente) ainda acredita que existam excessões na regra.


carinho

Lila disse...

Presidente...como sempre, post perfeito. Macacos e esponjas agradecem estar à anos luz de nós, homens imperfeitos...rsss
Apareça viu.

Bjs meus !

Ana disse...

hahaha adorei a parte de que as esponjas se reproduze assexuadamente, sãlvo as mais assanhadas.
Que bom que estás de volta. Suas palavras simpáticas e carinhosas fazem falta!
Vi seus últimos textos e notei que apesar de tudo, você está bem.
Continue assim, firme, forte e escrevendo.
Vamos tentar fazer os macacos ou esponjas se orgulhem da gente né? rs
beijos,

Renata Fagundes disse...

acho que não combino muito com as esponjas..não que eu seja melhor..mas acho que sou mesmo um bombril..1001 utilidades..não agride o meio ambiente..vive se espedaçando por nada...rs
hummm...cultura inútil e merchandising...eu disse que não combinava com esponjas - não que não convivia com elas...rsrs


beeeeeeeeeeijo

Joe_Brazuca disse...

o macaco tá certo !

bom...agora deixa eu ir tomar um banho e usar uma ancestral pra me ensaboar....rsrs

excelente, Cisco !...e bote esponja nesse DNA, viu ?
ah ! DND = De Nada Adianta....rs

abraço grande

Joe

Ramonices disse...

Muito bom o texto
e sorte dos macacos que não serão humilhados mais com essa comparação, mas já sabia disso faz tempo, tipow nunca vi um macaco colorido...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Abraços Thiago Ramone.

Déia disse...

Dindos,
bom fds!
bj

jefhcardoso disse...

Cara, eu me recuso a reconhecer qualquer parentesco com os símios ou com as esponjas que seja. Sou mesmo um convicto filho de Adão. Já li Paulo Coelho sim, já comprei, digo, ganhei, mas acabei lendo de qualquer forma, livros de auto ajuda. Sou um pecador. Nem chego a ser intelectual. Escrevo um blog. Tenho ido com a cara e a coragem. Gostaria muito de receber uma crítica sua em um de meus textos. Peço que critique. Eu aguento.

http://jefhcardoso.blogspot.com

ONG ALERTA disse...

Eu não estava conseguindo entrar no teu blog e hoje deu certo, como vai tudo bem, não conseguia entar no da Cris também vou tentar.

Um abraço Lisette

ONG ALERTA disse...

Bem vindo...paz.
Beijo Lisette

Mara disse...

kkkkkkkkkkkk... só me resta rir dessa comparação, isso para não chorar, não é mesmo?
Tenho certeza que alguma esponja muito grande causou este depoimento que tem por tras um sentido de revolta. Lamento... no entanto rendeu uma comparação bastante interessante, gostei!

Tatiana disse...

Olá Chico!
Saudades imensas de ler as suas palavras... Chego aqui e encontro esse texto tão realista e bem escrito.
Acho que dificilmente descobriremos de quem somos descendentes, afinal de contas cada dia que passa nós humanos nos mostramos mais irracionais e ilógicos.

Um abraço carinhoso e repleto de admiração

Maris Morgenstern disse...

Mas e se fosse uma linha evolutiva contrária?
ao invés de esponjas-macacos-homens...

fosse

homens-macacos-esponjas

??????????????????

Anitas disse...

GRAÇADEUSSS existem exceções!
ahhh, como eu AMO exceções! são elas que me fazem continuar vivendo!

besoss