sábado, 22 de maio de 2010

OS ELEMENTOS


Já escrevi à respeito no meu antigo blog, mas assistindo um jornal local na TV, resolvi voltar ao tema.
Sempre achei estranho alguns termos utilizados em algumas profissões. Ser chamado de "paciente" num consultório ou hospital, já é um exemplo. Quem disse que não posso me tornar "impaciente", caso o médico demore a me atender?
E também já fui chamado de "parte" durante uma audiência. Lembro que um funcionário perguntou-me se eu era "parte", e não gostou quando respondi que não, pois estava "inteiro". Claro que entendi a pergunta dele, mas adoro complicar um pouquinho quando algo me irrita.
Mas voltando ao que assisti na TV, um Delegado de Polícia informava que dois "elementos" haviam sido presos naquela manhã, após assaltarem uma joalheria no centro da cidade. Segundo ele, um terceiro "elemento" conseguira fugir, mas foi capturado horas depois, porém sem as jóias roubadas.
Enquanto ele repetia sem parar a façanha policial ao prender os "elementos", fiquei imaginando como seria a mesma notícia no jornal.
Acho que seria algo do tipo:
"Dois elementos chamados Bismuto e Potássio, foram presos após espetacular assalto. Um terceiro elemento de nome Plutônio que aguardava no carro, foi pego pela polícia horas depois."
Assim como chamar alguém de "paciente" ou "parte", tratar uma pessoa por "elemento", para mim é no mínimo estranho, pois sempre lembro das minhas aulas de química onde tinha que decorar a Tabela Periódica.
Se bem que no caso do Delegado, ele referia-se à "maus elementos"!

14 comentários:

Robson Schneider disse...

Nossa só de ver essa tabela me da arrepios... a "parte" aqui odeia quimica hahahaha!
Abração amigo

Priscila Lima disse...

ahhh... os impaniêntes estão aumentando mas do que os paciêntes...rsrsr
tomara que não precisem criar outra tabela, pois já existem muitos tipos de elementos nessa louca vida ...
Abraço amigo.

Marcos disse...

Mas conta ai.. vc ainda lembra da tabela periódica??? Olha quase que uma peça de museu (para mim evidente). Pergunto não tem um filme chamado o terceiro elemento?? Acho que era esse cara que o delegado se referia...

E vc ser "o cliente" sem nuca ter comprado nada... E detalhe vc é ocara que tem sempre razão.. incrivel né??

Abçs

A Madrasta Má disse...

KKKKKKKKKKKKKK realmente posso me tornar "impaciente" a qualquer momento odeio esperar... os elementos foram tudo de bom, mas vc arrasou foi com as sobrancelhas KKKKKKKKKKKKKKKKKKK! Bjinhos da Madrasta!

ONG ALERTA disse...

Infelizmente é nossa realidade, falta é educação para todos, paz.
Como esta o Heitor???
Um abraço Lisette.

Joakim Antonio disse...

Realmente se analisarmos tudo que se fala por aí, riremos muito, basta lembrar que até pouco tempo atras, quase todo o jornalismo se referia a risco de vida, quando no caso, havia risco de morte.

Ótimo texto.

Parabéns!

Tati Pastorello disse...

Pensar que existem aqueles elementos que jamais serão pegos pelos policiais, são os tais dos radicais livres. Devem ser os receptadores das tais jóias não mais encontradas.
Beijos.

Anitas disse...

é... realmente, é de deixar a gente com o símbolo do cobre na mão!
hahaha

besos e ótima semanaaaaaaaaaa

Karina disse...

Passei por aqui pra conhecer teu espaço e gostei muito. Parabéns!

Voltarei!

Abraço

Namorada Girassol disse...

rssss

Olá My Dear,quanto tempo!
rss Pior mesmo é quando a parte citada se trata de um elemento composto por cobre...kkkk
Deixando de lado as piadinhas...
Parabéns pelo Heitor ele é lindoooo!
Destino é destino...rs
Gatos...gatas...
Tem acontecimentos que dispensam entendimentos!

Bjks sabor... retorno!

ONG ALERTA disse...

Levar a sério a vida... respeito...enfim, cada um dá aquilo que pode...paz.
Um abraço Lisette.

Tatiana disse...

Olá Chico!
Sabe que outro dia eu estava exatamente pensando sobre isso... É engraçado os rótulos que vamos dando as coisas nessa vida.

Agora o papo é outro... O Heitor se deu bem heim?
Que bom que o coração de vocês anda apaixonado...Assim um entenderá o outro perfeitamente bem!

Um beijo carinhoso

Maris Morgenstern disse...

alias existe no mundo lugaar que nos faças mais impacientes que uma sala de espera médica?
hum,
talvz um ou dois...
mas q está lá, no top 3, isso está
rs

Beti Timm disse...

O ser humano, atualmente é classificado com rótulos, números e um catatau de referências que não tem nada a ver.

Isso me lembra um vídeo do Pink Floyd onde o humano se robotiza.
caramba daqui algum tempo seremos etiquetados com prazao de validade e tudo!

Beijos M.E.G